sábado, 22 de agosto de 2015

A FALSA COMÉDIA - Cena I



Por Wagner Baldez (*) 

Reproduzimos o título usado em nosso primeiro artigo, cujo conteúdo tem alguma semelhança com o texto da presente matéria, que trata do ridículo e intempestivo PACTO proposto pelo deputado JOSÉ REINALDO, e municiado por supostos teóricos do PSB, PCdoB e PPS.
Então, passemos aos fatos: 
Naquela época alertávamos o perigo que o então deputado federal JOSÉ SARNEY representaria para o nosso Estado, como postulante ao cargo de governador pelas Oposições Coligadas; haja vista haver rompido recentemente com o PSD, liderado pelo senador VITORINO FREIRE: agremiação com a qual conviveu durante 14 anos! Daí principiando à decadência do Maranhão! 
Embora o PR do deputado MANOEL GOMES reconhecesse os procedimentos altamente comprometedores adotados pelo mencionado personagem, ainda assim lhe cedera a legenda do tradicional Partido. Aliás, decisão esta materializada por entender se constituir num substancial reforço no plano eleitoral, a fim de libertar nossa terra das garras VITORINISTA.
Já como chefe do executivo tratou, de imediato, consolidar ambicioso plano de se perpetuar no poder; logicamente com o apoio de diletos companheiros egressos, como ele, das hostes VITORINISTAS: Estratégia que lhe garantiu 50 anos como dono do Maranhão e não apenas do Mar...
Como sabemos, essa foi a pior fase de toda nossa história político-administrativa, ao ponto de permitir que o Estado se tornasse a Unidade mais miserável da Federação!
Agora, apesar de conhecerem todas essas verdades, mas pela falta de hombridade, os fatos se repetem de maneira mais vergonhosa! Pois não é que algumas das lideranças políticas de nossa terra, justamente as que mais faziam Oposição a Sarney, são as mesmas que requerem a inclusão da sua pessoa para fazer parte do PACTO inspirado pelo deputado JOSÉ REINALDO; essa mesma pessoa que fora algemada e conduzida para Brasília, conforme assistimos através do Jornal Nacional.
Citada cena provocou revolta e comoção entre a população, que via no citado ato uma forma de vingança! Não resta dúvida que ele, JOSÉ REINALDO, sabe quem foi o mentor dessa sua triste e vergonhosa humilhação. Será que o mesmo, como vítima desse desastroso episódio, já tenha se esquecido em tão pouco tempo?!...
Relutamos bastante em aceitar como verdade os comentários de que o rompimento do ex-governador JOSÉ REINALDO com SARNEY só aconteceu por obra de sua combativa companheira, Alexandra, para quem o Maranhão deve muito. Daqui vai a nossa admiração e respeito pela sua pessoa.
Ressaltamos a maneira agressiva e insultuosa como Sarney acusou o seu ex-companheiro de traidor, conceito que contestamos veementemente afirmando em artigo que essa prática é uma das especialidades do próprio senador, conforme é do conhecimento de todos os brasileiros. 
Amparados em quais justificativas possa haver tanto interesse em incorporar esse improvisado “MESSIAS”, se como deputado federal, governador, senador OCUPANTE DO PALÁCIO DO PLANALTO, nada fez no sentido de ajudar a libertar da miséria o município onde nasceu (Pinheiro), imaginem o Estado!... Só Elisiane Gama e Márcio Jerry para acreditar no TAL PACTO.
A esse respeito quem não se recorda do documentário transmito pela TV Globo?


(*) Wagner Baldez - Servidor Público Aposentado, membro do Comitê de Defesa da Ilha, um dos fundadores do Instituto Maria Aragão. Pertence a Executiva Estadual do PSOL/MA