sexta-feira, 13 de maio de 2016

Poema Wagner Baldez: DE INFANTE À HERÓI NACIONAL! - Breve crônica da Revolução Cubana

A presente homenagem tem como escopo exaltar a figura do
comandante Fidel Castro e demais companheiros,
cujo exemplo de vida nos anima a imitá-lo. 


Por Wagner Baldez (*)


Remonta aos idos tempos de criança,
O nutrido desejo de chegar o dia
Em que o menino Fidel realizasse sua esperança
De libertar sua Pátria da escravidão norte-americana!

O tempo foi caminhando, e com ele a ideia dos seus sonhos;
Ao ponto de pretender, com um pugilo de acadêmico de direito,
Tomar de surpresa o Quartel de Moncada, aliado do governo.
Mas em razão do insucesso, fora preso com os demais companheiros.


Após algum tempo de maltrato na prisão,
Levaram-no, por ser o líder, a depor no Tribunal Militar;
A essas alturas dispensando os advogados ao seu dispor,
Por acreditar na capacidade dele próprio se defender!



Desafiando a Corte, empregando a força de seu caráter,
E com brilhantismo na forma de argumentar,
Convenceu seus algozes a razão do seu proceder!
Encerrando seu depoimento com a célebre frase:
“A história me julgará!”


Absolvido, viajou de imediato para a cidade do México,
Ainda no desejo de organizar um plano eficaz e prático.
Foi nesse interregno que apareceu um jovem voluntarioso, de nome Che Guevara,
Disposto a participar dessa patriótica e empolgante jornada!


Os bravos combatentes eram liderados pelo comandante Fidel Castro.
Preparados, embarcaram no GRANMA, com destino à  ilha de Cuba.
E enfrentando graves e exaustivos sacrifícios, alcançaram a  Sierra Maestra.
La concentrados, deram inicio a tão almejada luta!


Daí por diante, as vitórias heroicamente se sucediam;
Inclusive com o apoio da população rural e urbana.
Fidel Castro , Raúl, San Fuego e Che Guevara,
Sob o delírio da multidão, eram ovacionados ao chegarem em Havana:
VIVA LA REVOLUCION!

Liberdade! Liberdade! O grito de um povo contra a vigente tirania!
Acontecendo que esse madrigal de som fora escutado nos mais longínquos recantos...
Partindo daí o incontrolável desejo de cada país conquistar sua soberania,

Inspirados no vitorioso e apaixonante movimento Revolucionário Cubano 

*

                                                     
Além do poema oferecido ao comandante Fidel Castro, consto a frase fixada num quadro de madeira, tendo por título: A VERDADE AO ALCANCE DE TODOS. O TEMPO IDOLATRADO PELOS AMERICANOS É SEU ARSENAL DE GUERRA. NESSE PARTICULAR, CADA ARTEFATO DE DESTRUIÇÃO É CONSIDERADO UMA DIVINDADE SAGRADA!!!

Ressaltamos se tornar a presente matéria alvo de substancial interesse por parte das delegações estrangeiras, já que centenas de fotografias foram tiradas.


**
Dominado por uma áurea de entusiasmo, é o motivo que nos inspira a reservar este espaço para retribuir as mensagens enviadas pela internet em alusão a nossa viagem para Cuba; sobretudo por saberem tratar-se de um sonho nutrido há décadas e agora realizado. 

Aproveito para demonstrar o reconhecimento de nossa parte aos membros da nossa agremiação política - PSOL - ao contribuírem espontaneamente para que a viagem se materializasse. 

Outrossim, ao Paulinho (Paulo De Tasso Alves Martins Patamar​)adoto os mesmos gestos, sobretudo pela paciência de nos ajudar a transitar pelas ruas de Havana em razão da inflamação acometida de lesão em um dos meus tornozelos.






(*) Wagner Baldez - Servidor Público Aposentado, membro do Comitê de Defesa da Ilha, um dos fundadores do Instituto Maria Aragão. Integra a Executiva Estadual do PSOL/MA